O que você faz quando o colaborador alcança o máximo em sua faixa salarial?

03-12-2016

Aqui está um problema que eu não tenho uma resposta satisfatória: como você explica o que são valores máximos de salário?

Isso soa como uma pergunta idiota, mas pense comigo um momento. Parece óbvio que para um determinado grau de cargo tenhamos um salário mínimo, um ponto médio e um máximo.

No entanto, quando eu pergunto à estudantes universitários de RH o que fazer quando alguém alcança o salário máximo, ouço as seguintes respostas:

  • Promova o colaborador
  • Dê para ele um bônus
  • Dê à ele um pequeno aumento, mesmo que isto faça avançar o ponto máximo da faixa salarial.

Quando o ponto máximo não é realmente o máximo.

É raro ouvir de um estudante de RH dizer "O ponto máximo é o máximo, e se alguém atingí-lo não receberá aumento".

Às vezes ouço "Bem, os salários sobem com a inflação, de modo que provavelmente vai receber um aumento como toda a estrutura salarial e por consequência receberá seu aumento." Parecevsoar melhor, mas isso implica que, se fizermos isso, os colaboradores não notarão que estão em seu ponto máximo.

Os salários poderiam aumentar indefinidamente?

Então aqui está o meu problema com a comunicação do ponto máximo na remuneração: Colaboradores (e alguns profissionais de RH) acreditarem que sua remuneração deveria, mais ou menos, subir indefinidamente, ano após ano, sempre. Essa sensação não pode ser apoiada pela lógica de sua estrutura de remuneração.

A visão do departamento de Finanças em relação ao máximo na faixas saláriais

Por outro lado, gerentes financeiros olham para os salários no máximo das faixas e perguntam: por que não podemos nos livrar deles e substituí-los por alguém pagando o mínimo da faixa e que vão fazer "exatamente o mesmo trabalho"?

A resposta deve ser que a razão de um colaborador ser pago no máximo é por causa de seu desempenho (como resultado de anos de experiência). Não seria a mesma coisa se você substituir por um novato.

Mas não espere que o pessoal de finanças venham a aceitar essa explicação por muito tempo; eles voltarão para suas planilhas, e o que parece ser uma solução fácil para redução de custos será colocado em pauta novamente.

E onde é que isso leva você?

Finanças acha que você deve pagar o mínimo. Os colaboradores acham que devem ser pago acima do máximo. Profissionais de remuneração são apanhados no centro do problema.

Como você convence as pessoas de que as faixas salariais, como estão estruturadas, fazem sentido?

Minha conclusão é que você não consegue convencer ninguém de forma permanente; você tem que aceitar que parte do seu papel é explicar pacientemente, uma ou outra vez, por que o sistema de remuneração funciona da maneira que funciona, e quais as consequências haveriam em abandoná-la.

Trata-se de paciência e persistência; isso é tudo que você tem no kit de ferramentas, e essas duas virtudes são traços de caráter essenciais para o profissional de remuneração.


Leia também:

Precisa de apoio para implantar um gestão efetiva de desempenho? Fale conosco!