O Valor do Contínuo Gerenciamento de Desempenho

10-12-2016

A Gestão de Desempenho, muitas vezes é inconsistente e ineficaz. De acordo com uma recente pesquisa do Grupo Brandon Hall, menos de 50% das organizações têm um processo formal funcionando conforme o esperado.

A Avaliação de Desempenho anual é uma experiência negativa para gerentes e colaboradores. 

As empresas muitas vezes visualizam o desempenho como uma atividade isolada com uma data de início e de término. Além disso, muitas empresas utilizam tecnologias ultrapassadas que não conseguem alinhar o desempenho com os objetivos globais da empresa. A fim de melhorar a sua abordagem para o gerenciamento do desempenho, as organizações devem:

  • repensar suas estratégias
  • Investir em tecnologia inovadora
  • Mudar a sua visão do desempenho de um ato estático para uma estratégia contínua.

Este relatório abordará como as principais organizações estão adotando o gerenciamento de desempenho contínuo, o investimento em soluções transformadoras, e a avaliação dos resultados.

Principais Descobertas

  • 70% das empresas afirmam que a gestão do desempenho fica na média ou abaixo da média.
  • Mais de 60% das empresas desejam uma estratégia de gestão de desempenho contínuo.
  • Empresas que investem em gestão do desempenho contínuo melhoraram as receitas, a retenção e a satisfação do cliente.

A Gestão de Desempenho é falha.

De acordo com o Estudo de 2014 - Gerenciamento de Desempenho - do Grupo Brandon Hall, 70% das organizações afirmaram que os seus programas de gestão de desempenho estão na média ou abaixo da média. Uma das razões é que a gestão de desempenho tradicional não agrega valor para as empresas e corrói a relação entre gestores e colaboradores. Ao reunir informações, uma ou duas vezes ao ano, sobre como os colaboradores estão performando, a gestão de desempenho torna-se punitiva em vez de produtiva. O gerenciamento tradicional de desempenho não está vinculado aos resultados de negócios ou sucesso global da organização.

Organizações com visão de futuro estão adotando uma abordagem diferente para gerenciamento de desempenho reavaliando processos e tecnologias para melhorar o sucesso do negócio. 74% das empresas afirmaram que alinhar o desempenho com objetivos de negócio é uma prioridade para 2017. O segredo para alcançar este objetivo é garantir que a gestão de desempenho seja contínua. As empresas devem mudar sua abordagem de avaliações anuais de desempenho através da criação de uma cultura em que o desempenho é consistente e frequente. Dado o aumento do trabalhador independente, a expansão global, e a demanda por inovação, as organizações devem pensar diferentemente sobre como eles se comunicam e engajarem sua força de trabalho.

O Grupo Brandon Hall identificou vários fatores-chave para as empresas que procuram mudar a sua estratégia de gestão de desempenho, incluindo a necessidade de melhorar o desempenho dos negócios, melhorar as competências dos gestores, e melhorar o envolvimento dos colaboradores (veja Figura 1). É importante notar que esses driverssão drivers de negócios e não os drivers de RH.

Estratégias-chave para o desempenho contínuo

Se os modelos tradicionais impedem o desempenho contínuo, o que a nova abordagem deve considerar nas organizações? O gerenciamento de desempenho contínuo deve ser aberto e honesto. Colaboração, comunicação e engajamento devem ser centrais para este processo. Os modelos tradicionais que se concentram sobre o que não está funcionando deve começar a se concentrar no que funciona e o que vai funcionar.

Quando o gerenciamento de desempenho é contínuo, os colaboradores não têm medo do processo. Em vez disso, eles estão com empowerment. O primeiro passo para mudar esse ponto de vista de desempenho é distinguir Avaliações Anuais de Desempenho do feedback contínuo. Avaliações anuais fornecem uma avaliação e um julgamento que pode criar barreiras para a comunicação aberta e honesta entre gestores e colaboradores. Metade das empresas questionadas neste estudo das avaliações de desempenho, fazem este processo uma vez por ano e mais de 30% a cada seis meses. Menos de 10% das empresas realizam avaliações trimestrais (ver Figura 2).

O feedback, por outro lado, oferece uma visão e informações para que colaboradores e gestores possam gerar ações. Feedback implica em um diálogo onde a confiança pode ser estabelecida. Para algumas empresas líderes, o feedback contínuo não é apenas entre gestores e colaboradores, mas também inclui um o feedback entre pares. Como resultado, as empresas podem impulsionar os esforços de engajamento e colaboração. Quando questionados sobre quais atividades estão em andamento, quase 50% das empresas citam a avaliação de Desempenho. No entanto, menos de 10% das organizações citam discussões informais, planos de desenvolvimento individuais, feedback de 360 graus, ou feedback coletivo. 

As empresas que criam uma cultura de desempenho contínuo estão investindo em fornecedores de soluções que transformam o gerenciamento de desempenho baseado em tarefas administrativa para uma prioridade estratégica de colaboração contínua. Estas companhias experimentaram uma melhoria significativa em resultados de negócios. (Ver Figura 4). 

Estudos de Caso

Criando uma Cultura de Gestão de Desempenho na Regency Apartments

A transição de um modelo tradicional de gestão de desempenho para um modelo onde o desempenho contínuo é parte da cultura nem sempre é um processo simples.

A partir de pesquisas qualitativas e quantitativas, o Grupo Brandon Hall identificou várias das melhores práticas e recomendações-chave que as empresas devem considerar.

A Regency Apartments, uma empresa sediada em Illinois de tamanho médio, é um exemplo. Estavam entrincheirados em sua filosofia corporativa e valores fundamentais de compromisso, respeito, aprendizagem contínua, mudança inspiradora, e excelência em seu dia a dia de trabalho com os colaboradores. Para apoiar os seus objetivos e valores, eles implementaram uma solução de gestão de desempenho baseada em nuvem que ajuda a promover um melhor gerenciamento de colaboradores, relacionamentos e a gestão de desempenho contínuo. Eles disponibilizam feedback e recursos de coaching ao alcance de seus gestores, e estão gerindo a produtividade, realizando discussões recorrentes sobre o alinhamento das metas e prestação de contas, planos de desenvolvimento e aspirações de carreira com a sua solução de gestão de desempenho. Ao adaptar a sua solução para sua filosofia de gestão de talentos, eles estão atraindo, incentivando, distribuindo responsabilidades, engajando e desafiando funcionários para se esforçarem na aprendizagem e em seu desempenho.

O alinhando o desempenho com os resultados de negócio na Craneware

A maior pressão que as empresas estão enfrentando é alinhar o desempenho com resultados do negócio. A Craneware é um exemplo de uma organização que tem sido bem sucedida no alinhamento entre o gerenciamento de desempenho e de seus pontos fortes com engajamento. Craneware é um fornecedor líder de soluções de gerenciamento de ciclo de receitas automatizados que melhoram o desempenho financeiro para as organizações de saúde. Através do desempenho contínuo e um investimento em um provedor líder, Craneware é capaz de fazer a ponte entre o défice de comunicação entre colaboradores/gestores e os resultados de negócios da unidade.


Gostou do artigo? Leia também:

Precisa de apoio para implantar um gestão efetiva de desempenho? Fale conosco!