Quem está no comando de sua carreira?

13-01-2017

Admito que quando era mais jovem, novo para o mercado de trabalho e não tão maduro como hoje, tinha a percepção equivocada que uma carreira ou plano de desenvolvimento profissional era algo que eu não precisava me preocupar.

Acreditava que era algo que meu gerente iria traçar para mim e eu simplesmente deveria seguir.

Felizmente, em algum momento, a sabedoria bateu em minha porta (gosto de pensar que sou um aprendiz ligeiro).

De repente, tornou-se claro para mim que se eu quisesse ter uma carreira, ao invés de uma série de cargos, que a responsabilidade para o meu desenvolvimento profissional residia em mim mesmo.

Eu também descobri que este "plano" deve incluir muito mais do que mapear alguns cursos de formação. Com isso em mente, aqui estão algumas ideias para ajudá-lo a construir o seu próprio plano de desenvolvimento profissional.

Toda organização, não importa o tamanho, tem uma variedade de ferramentas e recursos disponíveis para ajudar os colaboradores a progredir em suas carreiras. Mas, lembre-se, a responsabilidade de aproveitá-las recai sobre você. Porque, francamente, nem toda organização ou gerente terá a proatividade em promovê-los.

Faça a Avaliação Anual de Desempenho ajudar você!

Uma dessas ferramentas no qual estou falando é algo que você tem que participar todos os anos, de qualquer maneira - a Avaliação Anual de Desempenho.

Você sabia que a Avaliação de Desempenho anual é uma excelente ferramenta de desenvolvimento de carreira? No entanto, a realidade é que muitas pessoas ainda não conseguem extrair qualquer valor a partir do processo de Gestão de Desempenho em sua organização. Em vez disso, eles veem como uma temida atividade administrativa pelo qual devem passar para efeitos de remuneração.

No entanto, sua avaliação de desempenho pode ser uma excelente oportunidade para você refletir, fazer um balanço e criar um plano de ação.

Se você optar por realmente se engajar no processo de avaliação de desempenho, ele pode ajudá-lo a desenvolver-se profissionalmente e ter sucesso em suas aspirações de carreira. Enquanto a avaliação anual não ocorre, ouvir atentamente o feedback de seu gestor lhe dará ótimas dicas para seu desenvolvimento.

Tire suas dúvidas e peça exemplos concretos, se você não receber um feedback claro. Você vai obter informações valiosas sobre como o seu gestor o "vê" e o que é esperado de você em seu cargo atual.

Juntos, vocês podem identificar as áreas de treinamento e desenvolvimento e adicioná-los em seus planos de desenvolvimento individual (PDI).

Pegue o que você precisa no trabalho

Uma pesquisa feita pelo Center for Creative Leadership nos diz que até 90 por cento do que precisamos saber para fazer o nosso trabalho, nós aprendemos em nosso cargo. Então, o que seu gestor ou a empresa fazem para promover a aprendizagem on-the-job que amplia ou aprofunda seus conhecimentos, competências, habilidades e experiência?

Existem várias formas no qual você pode usar seu cargo atual para avançar em seu desenvolvimento. Seja proativo e leve algumas das seguintes ideias ao seu gestor para que as coisas que aconteçam:

  • Peça ao seu gestor para estabelecer juntamente com você, metas de crescimento que possam levá-lo um pouco além de sua zona de conforto e desafiar você a tentar algo novo ou diferente, e que possa adquirir novas habilidades e experiências.
  • Sugerir que assuma, em um curto período de tempo, outras funções.
  • Peça para trabalhar em uma equipe multifuncional, ou cross-cultural que ofereça novos desafios e dê mais visibilidade de sua empresa.
  • Pesquise uma tecnologia emergente ou uma nova tendência em seu campo e faça uma apresentação para sua equipe ou departamento com suas descobertas.
  • Solicite a participação em projetos especiais, que coloquem você em contato com outras áreas da empresa.

Receber feedbacks pode ser uma das maneiras mais eficazes para garantir que você alcance uma percepção mais ampla, mais justa e que suporte melhor seu desempenho e desenvolvimento contínuo.

Seu gestor, muitas vezes, pode ter uma visão limitada do seu trabalho e capacidades. Com feedbacks você terá uma imagem mais panorâmica. Se a sua empresa utiliza uma avaliação de desempenho, você deve tirar todas as vantagens desta valiosa ferramenta.

Mas, mesmo que sua empresa não tenha uma espécie de feedback 360 ​​graus, você ainda pode solicitar feedback de pares, de outros gestores, e dos vários intervenientes que trabalham com você frequentemente (é só uma questão de solicitar à eles).

Leve a sério o feedback que foi dado. Use-o para identificar as áreas de desenvolvimento e, em seguida, planeje com uma ação apropriada.

Assuma o controle de seu desenvolvimento profissional

Faça disto um motivo para falar com o seu gestor de forma contínua sobre seus objetivos de carreira - e não apenas no momento de revisão anual. Mantenha o diálogo e compartilhe suas aspirações.

Se há um cargo ou plano de carreira específico que você esteja interessado, fale com um colega sobre este desejo. Descubra quais treinamentos, habilidade e experiência são necessários para ser bem sucedido nesse cargo. Qual foi a opção de carreira de seu colega?

Você vai se surpreender com o que você descobrir.

Sua empresa tem provavelmente muitas outras ferramentas que podem ajudá-lo a trabalhar em direção a seus objetivos de carreira e, finalmente, alcançá-los. Lembre-se, você está no controle. Você não vai, necessariamente, saber sobre as oportunidades e os recursos disponíveis para você se você não se comunicar.


Gostou do artigo? Talvez você também aprecie:

Diálogos para desenvolvimento de carreira: Superando Mitos comuns

Quais são as características dos colaboradores de alto potencial?

Como os colaboradores podem se preparar para Diálogos de Desempenho?

Precisa de apoio para implantar um gestão efetiva de desempenho? Fale conosco!